2009-11-12

amor é #2

passa tudo, e nem tempestade, nem bonança, qual brisa suave. nublado com abertas, e se for, já é bom, já te contentas. porque no fim, é só a tua vida, é só a tua rotina e o teu corre-corre odiável. mas o ódio vem sempre de mãos dadas com o amor, e até começas a sentir um fraquinho por esta plenitude e estabilidade. no fim do dia, chegas a amar as pantufas, sempre as mesmas, no armário, sempre o mesmo. as conversas, os amigos, os sitios. é amor.

10 comentários:

Mary-Jo Vedder disse...

gostas da música? :)

Poppins disse...

A tua escrita é música para os meus ouvidos, juro.

Spectrum disse...

Ou habituação..

Nuno, apenas Nuno. disse...

Tu és mais simpática do que eu mereço .

sara disse...

"é amor" :) adorei! Obrigado, tambem gostei muito do teu espaçinho*

AL disse...

passa tudo, é verdade :)
é a cura. e a doença

ParadoXos disse...

e o amor segue... em diante...


:-)

disse...

e eu gostei muito de ler o que tu escreves :')
obrigado *

Sophia disse...

Ta' lindo :) Ta' mesmo :) E o teu comentário deixou-me a pensar :)

MarianaCarvalho disse...

que LINDO :$